Por que ter um método para Solução de Problemas?

4 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 3 LinkedIn 1 Pin It Share 0 Email -- Filament.io Made with Flare More Info'> 4 Flares ×

Ter um método para Solução de ProblemasPor que você deveria ter um método para Solução de Problemas? Que diferença isso faz? Sem um método agimos impulsivamente, impensadamente, aleatoriamente. As ações são tentativas no escuro de atingir um alvo. Diante de um problema podemos ficar muito perdidos, desorientados, ansiosos, quase irracionais. Ter um método para Solução de Problemas ajuda a encontrar e construir alternativas e não simplesmente fazer alguma coisa, qualquer coisa.

Sem um método: ações aleatórias e repetitivas

Ter um método para Solução de ProblemasEm outro artigo apresentei o método que uso para lidar com problemas e desafios. O “Método Limonada para Solução de Problemas” faz uma analogia com a preparação de uma limonada. Bem simples como fazer um suco para matar a sede. Quem nunca fez um suco? Quem não tem nenhum problema para resolver?

Antes do uso desse método eu encarava meus problemas do modo normal: com ansiedade e irritação, buscava a primeira ação possível ou evitava fazer algo a respeito para me livrar do problema. Mas, como todos sabem, um problema não se evapora, simplesmente some: PUF. É uma esperança irracional essa de torcer para o problema se desintegrar, ou esperar que não esteja lá quando eu acordar amanhã, ou ainda "fingir de morto" e aí o urso vai embora... Você já viu alguém agindo assim? Você já fez desse modo? O desfecho da situação problema é um borrão, e ficamos torcendo para acontecer o melhor com um pouco de sorte.

2-dados-sorteContar com a sorte ou uma conjunção astral para solucionar um problemas é insólito demais, pouco produtivo, extremamente incerto e muito cansativo. Não podemos nos dar ao luxo de depender de “sorte” ou outro fator que não se apoie em nosso trabalho intelectual e braçal. Quero dizer com isso que a ansiedade, a irritação e outras reações emocionais não devem controlar uma ação de solução de problemas ou um processo de tomada de decisão. Sob o peso da ansiedade e do medo acabamos agindo de forma rápida ou impulsiva, por uma decisão ilusória, produzindo uma solução parcial, ou não sustentável ou até mesmo podemos prolongar ou ampliar a situação problema.

Já li diversos autores sobre a questão do problema, da busca da solução e da tomada de decisão. Testei diversos métodos e eles funcionaram por algum tempo, mas logo eu não estava fazendo todo o processo ensinado e a coisa não funcionava mais. Percebi essas técnicas eram coisas complexas e/ou fora da minha prática cotidiana o que demandava uma longa curva de aprendizagem. Minha força de vontade não sustentava minha disciplina até que se tornasse um hábito de produtividade, e as técnicas de solução de problemas não solucionavam mais. A busca de um método simples e conectado com meu dia a dia me levou ao método e à analogia da limonada.

A construção do Método Limonada para Solução de Problemas

faca-do-limao-uma-limonadaPensando em como solucionar o problema da solução de problemas, eu procurava a forma mais simples e direta possível. Inicialmente, apliquei algumas ideias ao meu maior projeto pessoal na ocasião (comentado no texto "Desafio: 24h sem reclamar"). Aos poucos percebi que estava sendo mais fácil lidar com os problemas e, seguindo os passos da técnica, eu atuava de forma mais simples e assertiva nas dificuldades.

Apliquei em questões corriqueiras e em decisões maiores e mais complexos; introduzi esses passos na clínica psicológica e passei a ajudar meus clientes a perceber e estruturar o pensamento conforme a proposta no método. Mesmo sem eu declarar que era um procedimento para solução de problemas isso ajudou a organizar e esclarecer as ações diante dos dilemas de cada um.

Preparei um esquema ilustrativo para apresentar o “Método Limonada para Solução de Problemas” usando uma analogia com o preparo de uma limonada (descrito no artigo “5 passos para solução de problemas”). Você já fez ou já viu alguém fazer um suco de frutas como limão ou laranja, então tem a noção suficiente para entender os passos do método. O principal objetivo desse esquema é organizar o pensamento para abordar a questão problemática de forma direta e simples, encontrando e avaliando as alternativas para intervir de modo imediato ou fracionado, mantendo a confiança nas decisões e a efetividade da ação.

Por que deveríamos ter um método para Solução de Problemas?

Ter um método para Solução de ProblemasNada que se construiu no mundo está isento de um método. Pense no que quiser como exemplo: remédios, casas, trens, pirâmides, fones de ouvido, relações diplomáticas, escrever um artigo, cuidar de uma orquídea, relacionamentos amorosos etc.. Tudo o que você faz tem algum método, mesmo que você não classifique assim. Estamos constantemente buscando jeitos melhores para fazer o que fazermos no dia a dia, é nisso que a tecnologia se apoia: substituir métodos de trabalho por máquinas ou produtos químicos que facilitem nosso trabalho (isto é, substituindo um método braçal, por um produto ou serviço que é outro método para resolver um problema)

Um bom método entregar algo novo sobre alguma coisa conhecida. Não se trata de uma coisa totalmente nova, mas de utilizar o que você já tem e já sabe, oferecendo um modo diferente de fazer. Não estou falando de produtos, porque o mercado tem outras ações mercadológicas como criar um problemas/necessidade para entregar uma solução. Estou falando de como aplicar o que você já tem em um contexto não aplicado antes. Isso é a novidade: uma espécie de reciclagem de suas habilidades já aprendidas. Supervalorizar o que não tem o desvalorizar o que já tem, definitivamente não é uma opção sustentável. (Por "sustentável" quer dizer: aplicar recursos necessários e suficientes para construir um resultado desejável em melhor prazo possível).

Não resolvermos porque nos acomodamos?

animais-que-tem-certeza-que-podem-se-acomodar-em-qualquer-lugarPela grande demanda de tarefas e pela expectativa de uma resposta rápida frente uma situação problema nos acostumamos e nos acomodamos a ir direto ao resultado esperado, reprimindo ou relevando o processo de construção de resultado.

Optamos por produtos instantâneos do tipo “basta adicionar água e pronto”, como se fossem o auge da inteligência e produtividade contemporânea. Buscamos a solução mais curta, como se tivéssemos uma "batata quente" nas mãos.Rejeitamos as produções “feitas à mão” porque parecem retrogradas, imperfeitas, desnecessariamente trabalhosa. Preferimos abrir mão de aplicar a inteligência no processo de solução de problema, baseado na falácia de que todo problema é igual, é apenas um estorvo, apenas sofrimento desnecessário, nada de bom vem de um desafio a ser superado, ele é apenas uma barreira entre mim e o que é realmente bom que está do outro lado. Um dito popular diz:

"Se atalho fosse bom, seria o caminho principal, não um atalho".

Então precisamos tomar cuidado se o que estamos procurando é uma solução que seja simples ou um atalho para encurtar o caminho, mas sem oferecer alternativas de eliminação do problema, seja pela prevenção ou pela preparação antecipada de algo inevitável. Por exemplo: alguns aplicativos de produtividade prometem uma solução simples ao usar um único dispositivo móvel para agregar minhas anotações e tarefas principais, ao invés de ter que olhar em um celular, um computador, uma agenda promocional e os guardanapos rabiscados com ideias. Um exemplo de algo inevitável mas que pode ser antecipado para estar preparado: terremotos no Japão são frequentes, então toda a população está treinada para saber agir quando um acontecer, os prédios mais novos tem sistema de amortecimento para evitar movimentaçoes que o derrubem etc. Não se pode evitar, mas pode-se estar preparado.

Soluções imediatas existem, mas são para os problemas mais simples. Questões mais complexas exigem mais elaboração e aplicação das inteligências. As soluções imediatas aplicadas indiscriminadamente podem apenas transferir o problema para daqui a pouco e/ou a responsabilidade para outra pessoa. Isso não é solução de problema, é transferência de problemas. De transferência em transferência vamos tocando os dias, com a enganosa sensação de solução e imediata sensação de alívio. Até encontrar uma "bomba" que não consigo jogar tão longe ou tão rápido e então... BOOM!!!

Produtividade pessoal requer atitude pessoal

planejamento-comunicacao-equipeInfelizmente, a atitude de transferência de responsabilidade é muito comum; o problema não é resolvido e a atitude proativa não desenvolvida impacta diretamente a produtividade pessoal. Importante lembrar que “delegar não é transferir” e produtividade não é "batata quente", ativismo ou agitação. Esta visão equivocada do modo de lidar com as coisas da vida prejudica o desenvolvimento de atitudes essenciais, como, por exemplo, aprender a lidar com um processo e compreender os impactos dessa ação.

Um processo pode ser entendido como um conjunto de etapas sucessivas, que se montam ao longo do tempo, que podem ser impactadas por contingências internas e externas, que requerem concentrações de recursos necessários, em direção a um resultado possível – não necessariamente o resultado planejado, desejado ou necessário). Sem o processo não se chega a lugar nenhum e não se constrói nada. Podemos até terceirizar a execução de um processo ou outro, mas a compreensão e coordenação de suas etapas.

Ter um método para Solução de Problemas

Então, solução de problemas é um processo e ter um método é sem dúvida um importante ingrediente para uma ação exitosa.

Em se tratando de solução de problemas, é improvável ter uma solução coerente e satisfatória aplicando a técnica "Transferência Xtreme de Responsabilidades", até porque as consequências, em geral, não são transferíveis, mesmo que o tenha sido o processo. Um exemplo disso: o marido e a esposa (ou o pai e o filho) compartilham um mesmo veículo; se um deles simplesmente deixar para o outro a responsabilidade do abastecimento, e o outro deixar para o usuário anterior por ter usado por último, provavelmente os dois receberam as consequências, direta ou indiretamente, desse ping-pong de responsabilidade: o combustível acaba e o carro não anda com ninguém. Mesmo deixando para o outro, a consequência chega aos dois lados.

Então, encontre um modo pessoa de solucionar problemas, para que você viva o processo da resolução de modo consciente e lúcido e então evite cair nas armadilhas da acomodação, dos ladrões do tempo, ou os ladrões da serenidade. Se quiser, você pode começar a praticar com o Método Limonada de Solução de Problemas e ir tendo ideias para o seu próprio modo de lidar com suas dificuldades, desafios e problemas.

O principal é ter consciência sobre o que está fazendo e ter um método para fazê-lo..

Deixe seu comentário no post e compartilhe como você costuma resolver seus problemas? Que método ou técnica você usa?

 

ettore

About Ettore Riter

Psicólogo, Psicoterapeuta, Coach. Atuando profissionalmente desde 2001. Especialista em Gestão de Pessoas por Competências, Desenvolvimento de Potencial Humano nas Organizações e Psicoterapia Breve. Trabalha com o propósito de auxiliar e estimular o desenvolvimento das pessoas através de diálogos relevantes, para construir uma vida que vale a pena.